Em causa própria

Brenno Grillo
Publicada em 09/05/2024 às 15:00
Advogado atua em causa envolvendo a Ferbasa, empresa onde foi eleito conselheiro, pela Fundação José Carvalho. Foto: MMCZ Advogados / Reprodução

Marcelo Cintra Zarif, advogado da Fundação José Carvalho, foi eleito conselheiro da Companhia de Ferro Ligas da Bahia no fim de abril deste ano. A escolha do profissional para o cargo foi decidida mesmo com ele defendendo a entidade sem fins lucrativos numa investigação sobre fraude contábil que envolve a Ferbasa.

A eleição de Zarif para o conselho da Ferbasa só aumenta sua participação na disputa travada pela empresa e pela fundação com José Eduardo, filho de José Carvalho, fundador da companha baiana. Em maio do ano passado, o desembargador Manoel Bahia, do Tribunal de Justiça da Bahia, declarou-se impedido para julgar um recurso do caso após sua amizade com o advogado ser exposta.

José Eduardo cobra na Justiça uma investigação sobre supostas fraudes cometidas por seu pai para dilapidar sua herança. Carvalho é acusado de transferir ações da empresa à fundação e de gastar até 50 milhões de reais anuais do patrimônio.

Busca infrutífera

Na quarta-feira (8), a Ferbasa e a Fundação José Carvalho foram alvo de busca e apreensão determinada pela Justiça baiana na segunda-feira (6). O Judiciário obrigou as duas a entregarem documentos que serão usados para apurar as suspeitas de fraude.

Porém, a companhia e a instituição sem fins lucrativos não forneceram o material exigido pelo juiz Marcelo de Almeida Costa. Antes da operação em suas sedes, tentaram ganhar tempo pedindo que a documentação fosse enviada por depósito em cartório, o que foi negado.

Histórico de polêmicas

A investigação da Ferbasa e da Fundação José Carvalho não é o primeiro caso em que Zarif participa e há questionamentos sobre conflitos de interesses. Entre o fim dos anos dos 2000 e a primeira metade da década de 2010, o advogado se viu envolvido num caso de suposto favorecimento, por conta de um contrato firmado com o governo baiano.

O acordo firmado sem licitação previa que o escritório do qual Zarif é sócio, o Menezes, Magalhães, Coelho & Zarif, proporia ações de desapropriação para obras conduzidas pela pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). O contrato previa pagamentos anuais de mais de 2 milhões de reais, com prazo máximo de duração de 5 anos.

O Tribunal de Contas baiano considerou o contrato irregular por falta de disputa pública pela prestação dos serviços. O argumento para ignorar a licitação foi a especialização necessária para propor as ações. Mas esse ponto não convenceu o TJBA, que suspendeu o acordo, apesar de Zarif ser marido da ex-presidente da corte, Silvia Zarif.

O Bastidor questionou Marcelo Zarif sobre as informações veiculadas, mas não recebeu resposta até a publicação desta notícia.

Leia outras notícias do Bastidor sobre o caso:

As operações suspeitas da Ferbasa

Controle da Ferbasa sob risco

A transação suspeita na Ferbasa

As contas secretas da Ferbasa

Chega de desculpas

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais