Medo de prisão

Brenno Grillo
Publicada em 10/07/2024 às 16:40
PF e CNJ estão na cola do TJBA por casos de corrupção e desorganização administrativa. Foto: CNJ/Reprodução

O clima no Tribunal de Justiça da Bahia é o pior possível. Desembargadores da corte já esperam nova visita da Polícia Federal; alguns não descartam prisões. A Justiça da Bahia foi alvo, na terça-feira (9), de operação de busca e apreensão relacionada à operação Faroeste. A investigação mira esquema de venda de decisões no estado.

Apenas dois alvos são conhecidos: Ailton Barbosa de Assis Júnior e Rui Barata Filho, ambos advogados. Assis Júnior integrou a lista tríplice votada pela OAB da Bahia em 2019 para o Tribunal Regional Eleitoral do estado.

Barata foi juiz eleitoral de 2017 a 2019 e chegou a ser ouvidor do TRE baiano. No cargo, recebeu a medalha do mérito eleitoral da Bahia com palma, concedida aos que contribuem "destacadamente para o engrandecimento, eficiência e respeitabilidade da Justiça Eleitoral".

Barata é filho da desembargadora do TJBA Lígia Maria Ramos Cunha. Foi denunciado em 2021 pelo MPF junto com sua mãe e seu irmão, Arthur, na operação Faroeste. O trio é acusado de receber 950 mil reais pela venda de diversas decisões proferidas pela magistrada.

CNJ no jogo

O Conselho Nacional de Justiça determinou uma nova correição extraordinária no TJBA, a segunda em três meses. A primeira foi feita em abril. Ambas foram autorizadas pelo ministro Luis Felipe Salomão, corregedor nacional de Justiça e ministro do Superior Tribunal de Justiça, corte responsável por julgar a Faroeste.

Ao autorizar a segunda correição, Salomão afirmou ter sido constatada ineficiência grave na gestão administrativa e jurisdicional. A medida vem depois de a presidente do TJBA, Cynthia Maria Pina, ter dito ao corregedor que resolveria os problemas da corte.

A promessa da havia sido feita pela desembargadora para evitar uma intervenção - medida mais gravosa. Pina se reuniu com Salomão na Bahia e em Brasília para tentar acalmar os ânimos. Não adiantou.

A marcação serrada do CNJ e a operação da PF foram antecipadas pelo Bastidor em 13 de junho.

Leia o que o Bastidor já publicou sobre as investigações no TJ da Bahia:

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais