Aras diz que MP das fake news prejudica setor privado

Brenno Grillo
Publicada em 13/09/2021 às 13:29
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Augusto Aras pediu hoje ao STF que a MP editada por Jair Bolsonaro para dificultar a exclusão de publicações nas redes sociais seja suspensa até que o Congresso analise a relevância e a urgência do texto. Sete ações na corte questionam a norma publicada por Jair Bolsonaro.

Aras argumentou que já há um projeto apresentado no Congresso que discute o tema. Segundo o PGR, a MP de Bolsonaro causa "insegurança jurídica" ao setor privado. A AGU já se manifestou pela manutenção da MP.