Tabata sem companhia

Leandro Loyola
Publicada em 16/05/2024 às 18:27
Há um mês, Datena seria vice na chapa de Tabata Amaral Foto: Rubens Cavallari/Folhapress

A cada dois anos, os brasileiros têm a certeza de que haverá eleição e terão de votar. Para os paulistas esta certeza é acrescida de outra: o apresentador José Luiz Datena será pré-candidato a algum cargo e desistirá da disputa em cima da hora. Já fez isso quatro vezes desde 2016.

Nesta quinta, Datena anunciou que quer ser candidato a prefeito pelo PSDB, um mês depois de aparecer como opção de vice da pré-candidata do PSB, Tabata Amaral.

A atitude de Datena solapa a candidatura de Tabata. Dos três pré-candidatos em evidência, ela é a mais fragilizada até agora por não ter o apoio de Lula ou de Jair Bolsonaro.

No dia 1º de maio, o presidente Lula pediu votos para o deputado Guilherme Boulos, pré-candidato pelo Psol. Em tese, Tabata é uma candidata alinhada à esquerda ou centro esquerda. Poderia ser uma alternativa, mas Lula fechou a porta.

O prefeito Ricardo Nunes, do MDB, é um candidato natural por concorrer à reeleição. A atitude de Lula o jogou no colo do bolsonarismo, com quem convive há tempos sem assumir.

Assim, Tabata ficou sem um apoio forte numa eleição em que isso é decisivo. Em tempos de polarização calcificada, falta a ela neste momento o maior ativo de um candidato, que é ter o apoio de Lula ou de Jair Bolsonaro.

Se não há espaço para uma terceira via na disputa presidencial, como se viu em 2022, é difícil acreditar que haverá em outubro – em especial quando os dois maiores influenciadores políticos trabalham para que a eleição municipal seja um embate entre suas correntes, em vez de ser uma disputa local.  

A companhia de Datena poderia trazer alguma força à candidatura de Tabata. Datena é um apresentador de televisão de sucesso há mais de 20 anos e sua popularidade é um ativo valioso, pois pode atrair votos de milhões de simpatizantes. Mas confiar no Datena político é apostar no incerto, em alguém que está no 11º partido e na quarta desistência.

Advogado ligado a Luiz Marinho ganha força na véspera da votação de duas listas tríplices pelo TRF-3

Leia Mais

Coloca na planilha

17/06/2024 às 19:00

Supremo julga ação sobre previdência, a terceira com impacto no orçamento da União neste mês

Leia Mais

Projeto de renegociação da dívida dos estados é um desastre para o governo federal

Leia Mais

Mudança de posição de ministro do STJ dá chance para Itaú reverter sentença milionária desfavorável.

Leia Mais

Auditorias do TCU mostram que governo não sabe como gasta dinheiro do Minha Casa, Minha Vida.

Leia Mais

Queiroz Galvão, OAS e Brasília Guaíba são condenadas pelo TCU por superfaturarem obras da BR-448.

Leia Mais

Ministro Humberto Martins, do STJ, revê decisão e libera três leilões com bens da Viação Itapemirim.

Leia Mais

Atrasar com calma

14/06/2024 às 17:16

PF some depois de ganhar mais prazo para encerrar inquérito sobre suposta rachadinha de Janones.


Leia Mais

Bolsonaro insiste em ex-policial da Rota militar como vice de Ricardo Nunes em São Paulo

Leia Mais

Sanção ainda traz recomendação de intervenção administrativa e cassação da concessão

Leia Mais

O efeito Toffoli

14/06/2024 às 10:24

STJ livra dois acusados da Lava Jato porque decisão do ministro do STF anulou provas.

Leia Mais

AGU e CGU de Lula firmam acordo de leniência com empresa que admitiu pagar propina a chefes do MDB.

Leia Mais

Marcelo Odebrecht pede que se ignore pedidos da PGR e da Petrobras para suspender anulação de provas

Leia Mais

À espera da PF

13/06/2024 às 17:49

Decisões sobre caso de corrupção e visita do CNJ criam clima de medo no TJ da Bahia

Leia Mais

Líder do partido fica responsável por cuidar de projeto para substituir trapalhada de Haddad

Leia Mais