O cálculo de Tarcísio

Alisson Matos
Publicada em 08/07/2024 às 10:48
Tarcísio quer chegar na disputa presidencial como o nome moderado do bolsonarismo Foto: Heuler Andrey/DiaEsportivo/Folhapress

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, já disse ao ex-presidente Jair Bolsonaro mais de uma vez que não será ele o porta-voz do bolsonarismo contra o Supremo Tribunal Federal. Pelo contrário, tem sido um dos principais interlocutores do ex-presidente junto a ministros da corte.

Não foi por outro motivo que, em seu discurso no CPAC, o evento da direita que ocorreu no fim de semana em Santa Catarina, Tarcísio elogiou muito Bolsonaro e a força da direita, mas não criticou explicitamente o STF ou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que tornou o ex-presidente inelegível.

Embora ideologicamente ligado a Bolsonaro, os movimentos políticos do governador seguem os conselhos de nomes moderados. O principal deles é Gilberto Kassab, presidente do PSD; Ciro Nogueira, presidente do PP, é outro.

Tarcísio sonha com a presidência, mas só entrará na disputa em 2026 se o cenário for muito adverso para Lula. Caso contrário, disputa a reeleição para o governo de São Paulo e aguarda para 2030. O roteiro foi desenhado por Kassab, embora haja pressão por parte de aliados de Bolsonaro para que seja Tarcísio o nome da direita daqui a dois anos em qualquer cenário.

Contará também para a decisão de Tarcísio, como mostrou o Bastidor, a eleição municipal de São Paulo. O governador foi entusiasta do apoio à reeleição de Ricardo Nunes, mesmo com nomes mais ligados a Bolsonaro à disposição. A avaliação é que a capital paulista será uma espécie de laboratório para 2026.

O motivo leva em conta o perfil do eleitor paulistano. Na capital, em 2022, ex-presidente foi derrotado por Lula e o governador Tarcísio de Freitas perdeu para Fernando Haddad. Hoje, seis em cada dez paulistanos dizem não votar em um candidato apoiado por Bolsonaro - que é o caso de Nunes.

O cálculo é: se uma frente ampla formada em torno de um nome moderado de centro-direita com o apoio dos bolsonaristas for capaz de superar a concorrência de Guilherme Boulos, o caminho para 2026 está traçado. Tarcísio quer chegar na disputa como o nome moderado da direita.

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais