Valdemar ameaça partir com tudo para cima de Lira

Diego Escosteguy
Publicada em 13/10/2021 às 06:00
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Vai queimar a disputa entre Valdemar Costa Neto e Arthur Lira por cargos no governo Bolsonaro e influência na interlocução entre o Planalto e a Câmara. Como o Bastidor mostrou ontem (terça), os chefes do PL e do PP querem o comando da bilionária Companhia Hidrelétrica do São Francisco, a Chesf.

Valdemar está tão confiante que já prometeu compartilhar as indicações na Chesf com seus aliados José Carlos Araújo, presidente do PL na Bahia, e Wellington Roberto, deputado da Paraíba.

O dono do PL enxerga a atuação de Lira e do PP na crise que enfrentou no Banco do Nordeste - por causa de um contrato suspeito, teve que queimar seus indicados e colocar outros no lugar. Por pouco não perdeu o banco. Valdemar é um dos líderes do movimento para frear o projeto à reeleição de Lira e fará de tudo para sabotar o adversário até lá.

O presidente do PL avalia que o presidente da Câmara age de modo truculento com potenciais aliados e, consequentemente, atrapalha um ambiente político que, sob Bolsonaro, pode ser benéfico a todos do centrão.