Risco de derrota para Bolsonaro no Senado

Publicada em 08/04/2021 às 15:49
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O governo fracassou na tentativa de retirar da pauta de votações do Senado o projeto que analisa os decretos do presidente Jair Bolsonaro que facilitam o acesso a armas a partir de 12 de abril. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, manteve o projeto na pauta sabendo do risco de derrota para o presidente. Resta agora ao relator do projeto, Marcos do Val, pedir a retirada do item da votação de hoje.  

De acordo com os decretos de Bolsonaro, há o aumento de quatro para seis no número de armas que uma pessoa pode ter. Para os profissionais de segurança, a quantidade autorizada é de oito armas. O governo também quer permitir o porte simultâneo, que é a autorização para uso fora de casa, de duas armas por pessoa.

Os decretos são promessa de campanha de Bolsonaro e agrada o grupo mais agressivo de apoiadores. Caso sejam derrubados no Senado, os decretos vão para análise dos deputados.