CPI da Pandemia analisa convocar ex-mulher de Bolsonaro

Publicada em 13/09/2021 às 12:00
Foto: Reprodução

A CPI da Pandemia deve analisar nesta terça-feira, 14 de setembro, o requerimento do senador Alessandro Vieira para a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro.

No requerimento, Vieira afirma que a CPI tem mensagens eletrônicas que indicam que, a pedido do lobista Marconny Faria, Ana Cristina atuou no Palácio do Planalto para influenciar a escolha do defensor Público-Geral União.

Seu contato, de acordo com o requerimento, foi com o então ministro da Secretaria Geral da Presidência da República e atual Ministro do TCU, Jorge Oliveira.

As mensagens, a que se refere o senador, são fruto de material sigiloso enviado pelo Ministério Público Federal no Pará no âmbito das investigações sobre desvio de dinheiro público em órgãos ligado ao Ministério da Saúde.

Para Vieira, a ligação de Marconny Faria, lobista da Precisa Medicamentos, investigada por irregularidades na aquisição da vacina Covaxin, e a ex-mulher de Bolsonaro merece ser investigada.