Pressa para gastar

Samuel Nunes
Publicada em 18/04/2024 às 19:00
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, é o autor do projeto que devolve um benefício salarial ao Judiciário e ao Ministério Público Foto: Ton Molina /Fotoarena/Folhapress

A proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui o benefício do quinquênio para carreiras do Judiciário e Ministério Público, começará a ser discutida no plenário do Senado na próxima semana. O texto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, na quarta-feira (17), em mais uma derrota dos governistas.

A PEC é de autoria do senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e previa, inicialmente, a retomada do benefício apenas aos membros do Judiciário e do Ministério Público. Entretanto, o relator, Eduardo Gomes (PL-TO), incluiu emendas que estendem o penduricalho a outras carreiras, como delegados da Polícia Federal.

O benefício representa um aumento de 5 pontos percentuais nos salários de juízes, promotores, desembargadores e ministros a cada cinco anos. A proposta limita esse pagamento a 35% dos salários. Mas determina que ele não precisará obedecer o teto constitucional de 44 mil reais por mês. Também retira este custo do teto de gastos do governo.

Outro problema da proposta é o efeito vinculante. Em caso de aprovação, a tendência é que o benefício seja estendido às carreiras semelhantes nos estados e municípios, aumentando ainda mais o rombo nas contas públicas.

A aprovação na CCJ já causou uma série de manifestações de entidades ligadas ao controle de gastos e também de servidores públicos que não devem ser beneficiados com o quinquênio. Entre esses estão os servidores das universidades e institutos federais, que atualmente fazem uma greve nacional, pedindo reajustes salariais.

No Senado, o líder do governo, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP) criticou a proposta. Segundo ele, os parlamentares devem se atentar aos limites de gastos e devem fazer isso com responsabilidade.

Os defensores da proposta afirmam que a aprovação pode trazer benefícios ao país, pois colocaria limites aos supersalários encontrados em diversas carreiras, em especial no Judiciário e no Ministério Público.

André Mendonça, do STF, sugere que renegociação dos acordos de leniência envolva ajuda ao estado

Leia Mais

Aumentaram em 2024 as reclamações de deputados com o que chamam de “truculência” do parlamentar

Leia Mais

Castigada por chuvas impiedosas, a capital gaúcha também sofre com autoridades incompetentes.

Leia Mais

Supremo define tese que limita o uso da Justiça para constranger e atacar a imprensa

Leia Mais

Sangria estancada

22/05/2024 às 16:45

Depois de pedido da PGR, Fachin arquiva caso da Lava Jato contra Renan Calheiros e Romero Jucá

Leia Mais

Petrobras liberará acesso do Cade a informações sigilosas para ficar com cinco plantas

Leia Mais

Pressão de marido e aliados em favor de advogada incomoda desembargadores do TRF3

Leia Mais

Em conflito com governo do Pará, mineradora tenta retomar atividades em mina de níquel

Leia Mais

Ministro anula todos os atos da Lava Jato contra o empresário que virou

símbolo de corrupção.

Leia Mais

Moro sobrevive

21/05/2024 às 20:51

TSE decide manter o mandato do ex-juiz que comandou a operação Lava Jato.

Leia Mais

Idade ajudou José Dirceu a escapar de condenação. Demora na denúncia ajudou petista

Leia Mais

Primeira Turma do STF confirma denúncia contra Carla Zambelli e hacker e ri da conduta de ambos

Leia Mais

Aliados poupados

21/05/2024 às 12:30

Governistas consideram que, na articulação política, a missão da CPI da Braskem foi cumprida

Leia Mais

Empresários catarinenses que bancaram bloqueios em rodovias são denunciados pela PGR.

Leia Mais

Deputado busca votos de bolsonaristas para eleição na Câmara, mas não tem o aval de Bolsonaro

Leia Mais