Laginha é com ele

Karen Couto
Publicada em 24/06/2024 às 20:15
Kassio demorou uma semana para decidir em favor dos clientes de Bermudes Foto: Foto: Gabriela Biló/Folhapress

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu hoje a tramitação de todos os recursos relacionados ao processo de falência da Usina Laginha. A decisão atendeu a um pedido de Solange Queiroz, ex-esposa do ex-deputado federal João Lyra. Ela questionou, há uma semana, a competência do Tribunal de Justiça de Alagoas para julgar o caso.

O caso Laginha envolve a falência do conglomerado fundado por João Lyra, ex-deputado federal e pai de Thereza Collor. Em 2008, a Laginha entrou em recuperação judicial. Em 2012, foi decretada sua falência. Ao longo do processo, 13 dos 17 desembargadores do tribunal alagoano se declararam impedidos ou suspeitos de julgar recursos relacionados, direta ou indiretamente, ao caso Laginha.

A ex-esposa de João Lyra foi ao Supremo representada pelo escritório de Sergio Bermudes. Os advogados argumentam que o alto número de desembargadores suspeitos para avaliar os recursos tornam o TJ de Alagoas um foro incompente para julgar os recursos. Eles entendem que a Constituição determina, numa situação como essa, que o Supremo vira o tribunal correto para assumir o caso.

Na petição inicial, os advogados de Solange Lyra, contudo, não explicam por que ela, como credora de uma massa falida afundada em dívidas, prefere que o caso saia da Justiça de Alagoas e seja tocado no Supremo.

Kassio concordou com os argumentos dos advogados do escritório de Sergio Bermudes. Preferiu conceder a liminar antes de ouvir o TJ de Alagoas. Nem a Fazenda Nacional, com quem a Laginha tem débitos bilionários. Ou a AGU e a PGR.

"Impressiona-me, em especial, a incerteza a respeito do número atual de integrantes do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas, bem como se a manifestação de algum juiz convocado foi considerada para efeito de aferição da suspeição ou impedimento de mais da metade dos membros daquela corte", afirmou o ministro na liminar.

Com a decisão de Kassio, o processo que se arrasta há mais de 11 anos ficará com todos os recursos suspensos até a resolução do mérito. Não há prazo para que isso aconteça. O ministro pediu explicações ao TJ de Alagoas e deu vista à PGR.

Caso o STF entenda que é o foro competente, essa será a primeira vez que a corte julgará um processo falimentar. Estima-se que a dívida da Laginha seja de 4 bilhões de reais. A União é a maior credora.

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais