Projeto do imposto de renda deve ser bastante alterado

Publicada em 12/07/2021 às 14:30
Foto: https://www.instagram.com/celsosabinooficial/

O relator do projeto que muda as normas do imposto de renda, deputado Celso Sabino, do PSDB-PA, deu claros sinais de que vai alterar bastante o texto original preparado pela Receita Federal e entregue pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao presidente da Câmara, Arthur Lira.

Sabino promete divulgar amanhã, terça-feira 13 de julho, seu substitutivo.

Os descontentes com o conteúdo proposto pela Receita são muitos, mas sabem que Lira não vai decepcionar o mercado financeiro. Nesse contexto, há algum otimismo dos poderosos interlocutores do andar de cima que falam com o presidente da Câmara.

A dúvida da Faria Lima é sobre a lealdade de Lira a Guedes, que vem sendo frequentemente demonstrada. Quando o presidente da Câmara dissolveu a comissão especial que cuidava da reforma tributária, seguiu o roteiro de Guedes para mudanças fatiadas. O bode foi colocado na sala, mas não se sabe qual é a lembrança que o animal vai deixar.

A Receita Federal divulgou hoje uma nota explicativa com 17 páginas e uma apresentação com seis lâminas para resumir a defesa da sua proposta. De acordo com os cálculos da equipe comandada pelo secretário José Tostes, se as mudanças forem aprovadas pelo Congresso, o peso da carga tributária vai aumentar para fundos de investimento fechados, distribuição de lucros e dividendos, quem tem vantagem com a dedução dos juros sobre capital próprio e os beneficiários dos atuais descontos simplificados.