O cenário para Michelle

Alisson Matos
Publicada em 27/02/2024 às 06:00
Michelle quer o Senado Foto: Marcelo D'Sants/Ato Press/Folhapress

Se depender de Michelle Bolsonaro, ela estará nas urnas como uma opção para o Congresso na eleição de 2026. Já uma eventual candidatura à presidência, embora não descartada, é vista por dirigentes do PL como “distante e improvável”, segundo relatos feitos ao Bastidor.

O desempenho da ex-primeira dama no ato de domingo, na Paulista, chamou a atenção. Michelle discursou em especial aos evangélicos, como se fosse uma candidata voltada a este eleitorado.

Valdemar Costa Neto é um incentivador da carreira política de Michelle, dada a capacidade da ex-primeira-dama na interlocução com setores evangélicos e de herdar os votos do marido é tratada pelo PL como “joia de ouro” para aumentar a bancada do partido no Senado ou na Câmara.

Na legenda, apesar de presidir o PL Mulher, Michelle enfrenta resistência de quadros que a consideram pouco preparada para uma disputa em nível nacional. O ex-presidente Jair Bolsonaro já defendeu internamente a tese. Por isso, hoje, a aposta é que a ex-primeira-dama concorrerá ao Senado ou à Câmara.

Michelle quer ser senadora. Ela é próxima da ex-ministra Damares Alves (PL) e só não entrou na disputa pelo cargo em 2022 pelo Distrito Federal em solidariedade à amiga. Bolsonaro também atuou contra a candidatura da esposa.

Uma mudança de rumos nos planos de Valdemar para Michelle só se daria se Bolsonaro passasse a defender a candidatura da esposa à presidência em 2026. Para isso, segundo um dirigente do PL, só um cenário é possível: a continuidade da polarização e a criação de um clima de perseguição política ao ex-presidente com uma possível prisão. 

TST colocou o presidente Lula em uma intrincada escolha para o novo ministro

Leia Mais

Manifestação em defesa de Jair Bolsonaro é - e será - comício do PL para eleição municipal

Leia Mais

Defesas de empreiteiras contam com prorrogação de prazo para renegociar acordos de leniência

Leia Mais

Bola com Dino

21/04/2024 às 13:44

Desembargadores afastados da funções pelo CNJ pedem que STF corrija erros de Luís Felipe Salomão.

Leia Mais

Governo volta a colocar Alexandre Padilha no centro do controle das emendas parlamentares

Leia Mais

Defesa de Bolsonaro é apenas uma justificativa para ato de pré-campanha eleitoral

Leia Mais

CCJ do Senado aprovou projeto que reintegra o quinquênio aos salários do Judiciário.

Leia Mais

Foi a votação que analisou a prisão de Brazão que fez o clima entre o governo e Lira esquentar

Leia Mais

A divisão no CNJ

16/04/2024 às 21:30

Votos dos conselheiros no caso Lava Jato espelham a cisão entre magistrados de carreira e advogados.

Leia Mais

Foi e voltou

16/04/2024 às 21:14

TRF3 reconduz presidente do conselho de Administração da Petrobras ao cargo após afastamento

Leia Mais

Ministro da CGU pode ser convocado a explicar relação do seu escritório de advocacia com a Novonor

Leia Mais

Salomão retirou Moro do procedimento que suspendeu a atuação de quatro magistrados federais.

Leia Mais

MP no CNJ e defesa de magistrados alegam não haver razão para corregedoria processar quarteto.

Leia Mais

Pacheco segura

16/04/2024 às 15:14

Senador atende ao governo e adia sessão do Congresso que vai analisar vetos de Lula

Leia Mais

Após demitir primo do presidente da Câmara, governo recorre ao deputado para escolher substituto.

Leia Mais