Bolsonaro poupa Lira e continua presidente

Publicada em 15/07/2021 às 16:10
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Jair Bolsonaro permanece internado em hospital de São Paulo e evita passar seus poderes a um substituto porque o vice Hamilton Mourão está em Angola até sábado e o presidente da Câmara, Arthur Lira, é réu no Supremo Tribunal Federal.

O gesto de Bolsonaro poupa o aliado Arthur Lira de um provável constrangimento. Na ausência do general Mourão e com Lira não podendo assumir, o próximo na linha sucessória é o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Arthur Lira se defende em oito investigações. Um dos casos já impôs a condição de réu denunciado por receber R$ 106 mil de propina do então presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Francisco Colombo.

Desde 2016, réus não podem assumir a Presidência da República em substituição ao presidente por decisão do STF.