10 bilhões e subindo

Samuel Nunes
Publicada em 17/05/2024 às 19:08
Prefeituras estão começando a enviar dados sobre prejuízos causados pelas chuvas no RS Foto: Edu Andrade/Fatopress/Folhapress

Enquanto a água começa a baixar em vários municípios gaúchos, as contas das prefeituras locais com os prejuízos causados pelas enchentes não param de subir. Um levantamento divulgado nesta sexta-feira (17), pela Confederação Nacional dos Municípios mostra que o cálculo já chega a 10 bilhões de reais.

Os dados desse levantamento são retirados diariamente dos sistemas do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, onde são inseridos pelas próprias prefeituras. Portanto, a conta é preliminar, feita com base no que os municípios conseguem informar ao governo.

O setor habitacional segue como a principal fonte de prejuízos. Até o momento, as prefeituras estimam em 4,6 bilhões de reais os custos para retomar e construir novos imóveis, depois da destruição da enchente. Segundo o último boletim da Defesa Civil, o estado tem 540 mil desalojados e 78 mil pessoas vivendo em abrigos.

Nesta sexta-feira, o governador Eduardo Leite anunciou a construção de "cidades temporárias". Esses espaços devem receber as pessoas que estão em abrigos improvisados em ginásios, escolas e igrejas, até que possam voltar às casas ou ir para novos lares. O plano faz parte de uma série de medidas, que inclui a distribuição de dinheiro às famílias atingidas pela enchente.

No setor público, os prejuízos chegam a 3,1 bilhões de reais. A maior parte, cerca de 1,6 bilhão de reais, é referente a obras de infraestrutura, como pontes, ruas e estradas que precisarão ser reconstruídas. Para a reconstrução de escolas, hospitais e outros prédios públicos serão necessários ao menos 428 milhões de reais.

A agricultura é a área do setor privado mais atingida. Dos 3,1 bilhões de reais em prejuízos, 2,3 bilhões se concentram nas lavouras que foram perdidas no Rio Grande do Sul. Já a pecuária, outra forte fonte de receita do estado, tem perdas calculadas até o momento de 226 milhões.

Doações

A conta aberta pelo governo do Rio Grande do Sul para receber doações por Pix já recebeu cerca de 106 milhões de reais. Parte desse dinheiro será usado para custear o pagamento dos auxílios anunciados por Eduardo Leite. No site especial do governo, é possível ter acesso às instruções para retirar o benefício, destinado a famílias de baixa renda. Na mesma página, também é possível acompanhar a situação em tempo real dos rios e receber outros alertas da Defesa Civil sobre a evolução climática no estado.

Advogado ligado a Luiz Marinho ganha força na véspera da votação de duas listas tríplices pelo TRF-3

Leia Mais

Coloca na planilha

17/06/2024 às 19:00

Supremo julga ação sobre previdência, a terceira com impacto no orçamento da União neste mês

Leia Mais

Projeto de renegociação da dívida dos estados é um desastre para o governo federal

Leia Mais

Mudança de posição de ministro do STJ dá chance para Itaú reverter sentença milionária desfavorável.

Leia Mais

Auditorias do TCU mostram que governo não sabe como gasta dinheiro do Minha Casa, Minha Vida.

Leia Mais

Queiroz Galvão, OAS e Brasília Guaíba são condenadas pelo TCU por superfaturarem obras da BR-448.

Leia Mais

Ministro Humberto Martins, do STJ, revê decisão e libera três leilões com bens da Viação Itapemirim.

Leia Mais

Atrasar com calma

14/06/2024 às 17:16

PF some depois de ganhar mais prazo para encerrar inquérito sobre suposta rachadinha de Janones.


Leia Mais

Bolsonaro insiste em ex-policial da Rota militar como vice de Ricardo Nunes em São Paulo

Leia Mais

Sanção ainda traz recomendação de intervenção administrativa e cassação da concessão

Leia Mais

O efeito Toffoli

14/06/2024 às 10:24

STJ livra dois acusados da Lava Jato porque decisão do ministro do STF anulou provas.

Leia Mais

AGU e CGU de Lula firmam acordo de leniência com empresa que admitiu pagar propina a chefes do MDB.

Leia Mais

Marcelo Odebrecht pede que se ignore pedidos da PGR e da Petrobras para suspender anulação de provas

Leia Mais

À espera da PF

13/06/2024 às 17:49

Decisões sobre caso de corrupção e visita do CNJ criam clima de medo no TJ da Bahia

Leia Mais

Líder do partido fica responsável por cuidar de projeto para substituir trapalhada de Haddad

Leia Mais