Rosa Weber faz acordo e encerra processo trabalhista contra ela

Publicada em 05/05/2021 às 11:40
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Dias após o Bastidor revelar detalhes de um processo trabalhista contra a ministra Rosa Weber, a defesa da ex-juíza do Trabalho fechou um acordo para encerrar o caso.

Uma das ex-cuidadoras da mãe da ministra trabalhou sem carteira assinada por cinco anos e alegou ter cumprido jornadas extenuantes, com a ciência de Rosa Weber. Pedia R$ 1,08 milhão, entre indenizações trabalhistas e danos existenciais.

Antes da publicação da reportagem, em 13 de abril, a defesa da ministra e de sua família não havia chegado a um acordo com os advogados da ex-cuidadora. O processo corria desde março do ano passado.

Diante do impasse, a audiência para instruir o caso estava marcada para cinco de maio - hoje (quarta).

Após a repercussão da reportagem do Bastidor, matéria mais lida deste site em abril, as defesas chegaram a um acordo. A família de Rosa Weber aceitou pagar R$ 450 mil à ex-cuidadora. Em 23 de abril, o juiz Jorge Araújo homologou o acordo.