Passando a bola

Samuel Nunes
Publicada em 23/05/2024 às 17:29
Cármen Lúcia vai assumir a presidência do TSE e presidirá sessão que vai definir o destino de Seif Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, deixou de incluir o julgamento do senador Jorge Seif (PL-SC) na pauta de julgamentos da corte da próxima semana. Com isso, ele não estará presente na análise do caso, que pode levar à cassação do parlamentar catarinense. Quem presidirá a sessão será a ministra Cármen Lúcia, que assumirá a presidência em junho.

A saída de Moraes, depois do biênio como presidente do TSE, poderá favorecer o senador. A vaga dele será preenchida pelo ministro André Mendonça, indicado por Jair Bolsonaro.

Seif é acusado de usar a estrutura da Havan, do empresário bolsonarista Luciano Hang, para promover a pré-campanha a senador. Segundo as denúncias apresentadas por PT e PSD, Seif usou aviões e a estrutura de imprensa da empresa para angariar votos. Os partidos pedem a cassação do mandato. Ele nega as irregularidades.

O senador foi absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, mas os partidos recorreram ao TSE. O caso foi ao plenário, no dia 30 de abril, mas o julgamento foi transformado em diligência. O relator, ministro Floriano de Azevedo Marques, criticou todas as partes, incluindo a Procuradoria-Geral Eleitoral, e pediu novas provas que possam confirmar ou afastar as suspeitas contra Seif.

Advogado ligado a Luiz Marinho ganha força na véspera da votação de duas listas tríplices pelo TRF-3

Leia Mais

Coloca na planilha

17/06/2024 às 19:00

Supremo julga ação sobre previdência, a terceira com impacto no orçamento da União neste mês

Leia Mais

Projeto de renegociação da dívida dos estados é um desastre para o governo federal

Leia Mais

Mudança de posição de ministro do STJ dá chance para Itaú reverter sentença milionária desfavorável.

Leia Mais

Auditorias do TCU mostram que governo não sabe como gasta dinheiro do Minha Casa, Minha Vida.

Leia Mais

Queiroz Galvão, OAS e Brasília Guaíba são condenadas pelo TCU por superfaturarem obras da BR-448.

Leia Mais

Ministro Humberto Martins, do STJ, revê decisão e libera três leilões com bens da Viação Itapemirim.

Leia Mais

Atrasar com calma

14/06/2024 às 17:16

PF some depois de ganhar mais prazo para encerrar inquérito sobre suposta rachadinha de Janones.


Leia Mais

Bolsonaro insiste em ex-policial da Rota militar como vice de Ricardo Nunes em São Paulo

Leia Mais

Sanção ainda traz recomendação de intervenção administrativa e cassação da concessão

Leia Mais

O efeito Toffoli

14/06/2024 às 10:24

STJ livra dois acusados da Lava Jato porque decisão do ministro do STF anulou provas.

Leia Mais

AGU e CGU de Lula firmam acordo de leniência com empresa que admitiu pagar propina a chefes do MDB.

Leia Mais

Marcelo Odebrecht pede que se ignore pedidos da PGR e da Petrobras para suspender anulação de provas

Leia Mais

À espera da PF

13/06/2024 às 17:49

Decisões sobre caso de corrupção e visita do CNJ criam clima de medo no TJ da Bahia

Leia Mais

Líder do partido fica responsável por cuidar de projeto para substituir trapalhada de Haddad

Leia Mais