Governador do Amazonas pede ao STF para não depor na CPI da Pandemia

Publicada em 08/06/2021 às 17:29
Foto: Sandro Pereira/Folhapress

O governador do Amazonas, Wilson Lima, entrou com pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal para não ser obrigado a comparecer à CPI da Pandemia nesta quinta-feira 10 de junho.

O depoimento estava previsto para 29 de junho, mas foi antecipado depois que a Polícia Federal deflagrou a Operação Sangria na quarta-feira passada.

Além de não ser obrigado a comparecer, o governador pede a dispensa de responder perguntas dos senadores que podem incriminá-lo. Ele está sendo investigado no Superior Tribunal de Justiça sobre acusações de desvio de verba pública para combater a pandemia.