Ciro Nogueira usa candidatura a governador como álibi

Publicada em 31/07/2021 às 06:00
Foto: Futura Press/Folhapress

O novo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, tem dito publicamente que será candidato ao governo do Piauí no ano que vem, mas seus aliados mais próximos afirmam que é uma tática para deixar a porta de saída aberta caso fracasse na sua passagem pelo Palácio do Planalto.

Esses aliados também ponderam que a permanência do senador em uma das pastas mais importantes de Jair Bolsonaro é fundamental para a governabilidade. Acreditam que o governo perderá sustentação no Congresso sem o trabalho de Ciro Nogueira.

O cenário político considerado por esses parlamentares próximos do novo ministro da Casa Civil não tem o impeachment de Bolsonaro, mas a mera possibilidade desse fato pode criar problemas, a exemplo do que fez o então presidente da Câmara Eduardo Cunha na gestão de Dilma Rousseff em 2015 e 2016.

Um deputado citou os exemplos de o Congresso poder travar a aprovação de programas sociais ou ampliar o custo deles, aprovar pautas-bomba, atrapalhar o governo na definição do orçamento e derrubar vetos presidenciais.