Bolsonaro avisa filhos sobre sua filiação ao PP

Publicada em 14/10/2021 às 10:47
Foto: Futura Press/Folhapress

O presidente Jair Bolsonaro comunicou os filhos, no fim de semana, sobre sua forte inclinação a voltar para o PP, sigla onde esteve por 11 anos, de 2005 a 2016, e por onde disputou três eleições para deputado federal.

Bolsonaro, como seus filhos, conhece os líderes do partido e, ao praticamente decidir por qual sigla disputar a reeleição, pensa sobretudo na estrutura da legenda.

Para o presidente, PTB e Patriotas não têm a musculatura necessária para a próxima disputa presidencial. Bolsonaro está convencido de que vai precisar de tempo de televisão para defender seu governo, ao contrário do que ocorreu em 2018, quando sua campanha se deu praticamente nas redes sociais.

Carlos Bolsonaro, de acordo com fontes próximas à família, chegou a lembrar que o PP se recusou a dar a legenda para que disputasse a eleição em 2018 - por isso é que o pai deixou o partido em 2016. Mas, segundo o presidente, o contexto é diferente.

Bolsonaro é próximo ao chefe do PP do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, presidente de honra do partido, e do presidente da legenda no estado, o deputado federal Luís Antonio Teixeira Júnior, nome que chegou cogitar para o Ministério da Saúde no lugar de Eduardo Pazuello.

Como o Bastidor já informou, os parlamentares do PP estão certos de que o presidente vai se filiar ao partido. A certeza dos deputados é fruto do que comunicou Bolsonaro, sobre sua decisão, a Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil e presidente da sigla, ao presidente da Câmara, Arthur Lira, e ao líder do governo, Ricardo Barros.

A questão é se cumprirá a promessa ao chefes da legenda.