Péssimo dia, Jair

Redação
Publicada em 04/07/2024 às 22:59
A PF concluiu que não há indícios da participação da ex-primeira dama no esquema Foto: Foto: Marlene Bergamo/Folhapress

Definitivamente, hoje (4) não foi um bom dia para o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Após a visita da Polícia Federal a aliados em Duque de Caxias para cumprir mandados na segunda fase da operação Venire, que apura fraudes em cartões de vacina, o ex-presidente terminou o dia indiciado. 

Bolsonaro e outras onze pessoas foram indiciados no inquérito sobre a venda ilegal de joias da Arábia Saudita no exterior. A investigação da Polícia Federal concluiu haver indícios de crimes como associação criminosa, lavagem de dinheiro e apropriação de bens públicos.

O inquérito agora será encaminhado ao ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, relator do caso na Corte, que deverá solicitar a manifestação da Procuradoria-Geral da República sobre o assunto.

Essa é a segunda vez que Bolsonaro é indiciado. A primeira foi relacionada à fraude nos cartões de vacina.

Veja quem são os outros indiciados

  • Jair Bolsonaro, ex-presidente (associação criminosa, lavagem de dinheiro e apropriação de bens públicos);
  • Fabio Wajngarten, advogado de Bolsonaro (associação criminosa, lavagem de dinheiro);
  • Mauro Cesar Barbosa Cid, tenente-coronel e ex-ajudante de ordens de Bolsonaro (associação criminosa, lavagem de dinheiro e propriação de bens públicos);
  • Mauro Cesar Lorena Cid, general e pai de Mauro Cid, (associação criminosa e lavagem de dinheiro);
  • Frederick Wassef, advogado (associação criminosa e lavagem de dinheiro);
  • Bento Albuquerque, ex-ministro de Minas e Energia (associação criminosa e apropriação de bens públicos)
  • Marcos André dos Santos Soeiro, ex-assessor de Bento Albuquerque (associação criminosa e propriação de bens públicos);
  • Julio Cesar Vieira Gomes, ex-secretário da Receita Federal (associação criminosa, lavagem de dinheiro, apropriação de bens públicos e advocacia administrativa);
  • Marcelo da Silva Vieira, ex-chefe do Gabinete de Documentação Histórica da Presidência da República (associação criminosa, lavagem de dinheiro, apropriação de bens públicos)
  • José Roberto Bueno Júnior, ex-chefe de gabinete do Ministério de Minas e Energia (associação criminosa, lavagem de dinheiro e apropriação de bens públicos);
  • Osmar Crivelati, assessor de Bolsonaro (associação criminosa e lavagem de dinheiro);
  • Marcelo Costa Câmara, ex-assessor de Bolsonaro (lavagem de dinheiro).

Escapou

A PF não encontrou elementos que envolvam a ex-primeira dama Michelle Bolsonaro no esquema criminoso. Ela chegou a ter seus sigilos bancário e fiscal quebrados ao longo da investigação e também teve que ir depor na PF no ano passado, ocasião em que ficou em silêncio.

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais