JBS pagou resgate de US$ 11 milhões a hackers

Publicada em 10/06/2021 às 10:31
Foto: Lucas Tavares/Folhapress

Os executivos da JBS nos Estados Unidos confirmaram que pagaram resgate de US$ 11 milhões aos criminosos que realizaram um ataque cibernético contra os sistemas da companhia em 31 de maio.

Há especulação publicada em vários veículos de comunicação sobre o pagamento do resgate ter sido realizado em criptomoedas, mas o comunicado da JBS não citou a forma do pagamento.

Segundo o comunicado à imprensa divulgado nos Estados Unidos, a JBS consultou profissionais de tecnologia da informação e especialistas em segurança de dados para decidir que tinha de reduzir o impacto do ataque. “Foi uma decisão muito difícil, mas foi tomada para evitar qualquer risco potencial para nossos clientes”, disse o presidente da JBS americana André Nogueira.

A JBS relatou que, segundo o FBI, a organização criminosa que atacou seus sistemas é um dos mais especializados e sofisticados do mundo. A empresa gasta mais de US$ 200 milhões por ano em tecnologia da informação e emprega mais de 850 profissionais em todo o mundo.