Ataques hacker: o copia e cola do governo

Brenno Grillo
Publicada em 17/01/2022 às 18:50
ConecteSUS, que demorou mais de 10 dias para voltar a funcionar parcialmente, é um exemplo da demora do governo para restabelecer seus sistemas. Foto: Futura Press/Folhapress

Há mais de um mês que o Brasil não sabe os reais estragos dos ataques hacker que começaram no Ministério da Saúde e foram se espalhando, passando por Polícia Federal e Correios, entre outras autarquias e órgãos da administração federal.

Se o governo federal sofre para enfrentar o Lapsus$ Group, também tem encontrado dificuldades para restabelecer seus sistemas. Muitos dados foram apagados e as invasões ocorreram depois que os hackers tiveram acesso ao repositório de senhas dos sites da União.

Um policial federal com conhecimento da investigação, ouvido sob anonimato pelo Bastidor, afirmou que a demora no restabelecimento de dados ocorre porque tudo tem sido feito de "maneira manual". Não é que os sites e seus bancos de dados estejam sendo reescritos do zero; estão sendo devolvidos ponto a ponto.

O método é o seguinte: primeiro é encontrada e corrigida a brecha que permitiu a invasão. Depois o código é alterado para impedir novas invasões - e só então o site é devolvido à internet, para ser acessado pelo público.

E isso tem tomado muito tempo das depauperadas equipes de tecnologia da informação do governo. Essa fonte explicou que faltou um plano de contingência para o governo se defender dos ataques e reparar quaisquer avarias causadas nessas situações.

A demora no restabelecimento dos sistemas, principalmente os do Ministério da Saúde, tem levantado suspeitas sobre os motivos do atraso. O senador Alessandro Vieira, os deputados Tabata Amaral e Felipe Rigoni, além do secretário de Educação do Rio, Renan Ferreirinha, pediram uma investigação ao TCU.

Querem que seja investigada a demora da Saúde para restabelecer seus sistemas. Há também um pedido do PT ao Supremo para apurar a responsabilidade do ministério de Marcelo Queiroga no caso.

Há ainda uma terceira frente, de cinco senadores. Eles desconfiam que houve sabotagem pela própria equipe de Queiroga e ouvirão especialistas para tentar validar a hipótese.

Partido discute a formação de uma federação com PP, mas resiste a incluir o Republicanos

Leia Mais

A gestão Barroso começa a enfrentar, no STF e no CNJ, as primeiras oposições às suas ideias.

Leia Mais

Isolado e ameaçado de perder a presidência do partido, deputado ameaça para tentar acordo

Leia Mais

Convocação de ato da esquerda em resposta a Bolsonaro não vai ajudar o governo Lula.

Leia Mais

Vitória de Rueda na disputa pelo comando do União Brasil abre caminho para acordo com PP

Leia Mais

STF determinou o arquivamento de inquérito baseado em delação da Lava Jato, por falta de provas.

Leia Mais

Ex-presidente da Vale busca conselheiros em meio à indefinição sobre o comando da mineradora.

Leia Mais

Lula discute três possíveis destinos para o presidente da Câmara no governo; e seu inimigo chia

Leia Mais

O MP está em disputa interna para definir os escolhidos que disputarão uma vaga no tribunal.

Leia Mais

Decisão de André Mendonça gera expectativa de que conciliação reduza ou perdoe as multas impostas

Leia Mais

PL acredita que ex-primeira dama pode ser candidata em 2026, mas ao Congresso

Leia Mais

André Mendonça fixa prazo para que empresas e governo cheguem a consenso sobre acordos da Lava Jato.

Leia Mais

Quem contou?

26/02/2024 às 12:07

A Paper Excellence quer saber quem vazou decisão do Incra que afeta seus negócios no Brasil.

Leia Mais

Manifestação ajuda na política, mas não reduz as grandes chances de Bolsonaro ser condenado e preso

Leia Mais

Prefeito quer os votos dos bolsonaristas sem carregar o ônus de uma prisão do ex-presidente

Leia Mais