PT rejeita participação em movimento pró-impeachment

Publicada em 09/09/2021 às 16:05
Foto: Bruno Santos/Folhapress

Representantes de partidos de esquerda, como PDT, PCdoB e até PSOL, vão estar na manifestação pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro organizada pelo MBL, Vem pra Rua e Livres no dia 12 de setembro. O PT decidiu não aderir. Lula lidera as intenções de voto se concorrer contra Bolsonaro.

Pesou também na decisão dos petistas o fato de MBL e Vem pra Rua terem puxado manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Um dia antes da manifestação, a direção do partido estará reunida para discutir conjuntura política. Debaterão uma proposta de pacto pela democracia, unindo direita, centro e esquerda no campo democrático.

Lula ainda não se pronunciou sobre os atos bolsonaristas de 7 de setembro.