Bolsonaro vê filho Carlos como alvo em decisão de Alexandre de Moraes

Publicada em 02/07/2021 às 12:04
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O presidente Jair Bolsonaro disse a aliados que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, mira em seu filho Carlos quando determina abertura de inquérito para apurar a existência de uma organização criminosa que atua digitalmente para atacar a democracia e o Estado de Direito.

Na avaliação do presidente, Moraes arquivou outro inquérito porque não encontrou provas contra o vereador Carlos Bolsonaro, mas o ministro do STF ordenou a abertura de investigação sobre atuação de sua rede de apoio na internet.

Bolsonaro chegou dizer que, se atacarem seu filho, vai defendê-lo e não poderá ser criticado ou chamado de “radical”.

O vereador Carlos Bolsonaro comandou as redes de apoio ao pai antes e depois da campanha eleitoral de 2018. Segundo o presidente, seu filho apelidado de “Zero Dois” foi o responsável pela construção de seu capital político na internet.

Recentemente, ao ver o pai atacado pelas acusações de corrupção nas compras de vacinas, Carlos publicou nas redes sociais foto do pai hospitalizado se recuperando da facada que sofreu em Juiz de Fora.