Bolsonaristas querem mais dois anos de mandato

Publicada em 10/06/2021 às 17:37
Foto: Agif/Folhapress

Deputados que apoiam Jair Bolsonaro tentam convencer a relatora da reforma eleitoral, Renata Abreu, e o presidente da Câmara, Arthur Lira, a incluir a prorrogação do mandato do presidente por dois anos.

O argumento desses parlamentares, já usado outras vezes no Congresso, é o de unificar a duração dos mandatos de prefeitos, vereadores e deputados, evitando eleições a cada dois anos.

A consequência é deixar Bolsonaro no Palácio do Planalto até o fim de 2024. Governadores também seriam beneficiados.

Os apoiadores do presidente chegaram a tentar atrelar a extensão do mandato de Bolsonaro ao de Lira na presidência da Câmara, mas o argumento não foi convincente. Lira não vê obstáculos para sua recondução.

A relatora também resiste à ideia e duvida que a proposta passe no Congresso. Para Renata, trata-se de um arriscado ensaio. Parlamentares ouvidos pelo Bastidor são igualmente críticos à tentativa bolsonarista porque ela também envolve disputas estaduais e municipais.

Renata Abreu e Lira tentam um acordo para a votação do relatório em junho. Senão for possível, o tema vai ao plenário. O presidente da Câmara está empenhado em aprovar o “distritão” e trabalha para derrotar a proposta da federação de partidos. A pressa dele se justifica porque, para as mudanças valerem na eleição em 2022, têm de ser aprovadas até outubro deste ano.