As resistências de Omar Aziz à convocação da ex-mulher de Bolsonaro à CPI

Publicada em 17/09/2021 às 10:11
Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz, discorda de alguns de seus pares sobre convocar Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro e mãe de seu quarto filho, Jair Renan.

Para Aziz, além de ser uma provocação ao presidente, porque chega à sua família, seria preciso avaliar o custo-benefício da ida de Ana Cristina à comissão, porque dificilmente ela contribuirá para o relatório do senador Renan Calheiros.

Aziz defende ainda, de acordo com seus interlocutores, que as investigações em que apareceram Ana Cristina não estão no cerne da apuração da CPI.

Apesar da aprovação de sua convocação por solicitação de Alessandro Vieira, senadores da comissão duvidam que ela será efetivamente convocada. Para esses senadores, a tendência é que prevaleça a resistência de Aziz.