ANPD não tem capacidade nem disposição para investigar vazamentos

Publicada em 11/02/2021 às 15:13

Apesar da nota que soltou hoje, após muita pressão, a ANPD, Autoridade Nacional de Proteção de Dados, criada recentemente, não tem capacidade nem disposição para investigar os megavazamentos de dados dos brasileiros.

Para a maioria dos diretores da ANPD, a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD, e a sua regulamentação não são prioridades. Ironicamente, alguns dos diretores da ANPD, que só estão lá por causa da edição da LGPD, são contrários à própria LGPD. Já expressaram isso publicamente.

Em Brasília, a ANPD é uma miragem - ao menor por ora. Caberá à PF esclarecer o caso. A eventual punição, se os episódios forem desvendados, virá por meio de processos criminais e civis. A agência não deve punir empresas e pessoas que porventura tenham responsabilidade nos megavazamentos.