Sem ajuda do MP

Samuel Nunes
Publicada em 01/04/2024 às 16:00
Procurador eleitoral Marcelo Godoy se posicionou favorável à cassação de Moro Foto: Divulgação/TRE-PR

O Ministério Público Eleitoral se manifestou a favor da cassação do mandato do senador Sergio Moro (União-PR) nesta segunda (01), no julgamento dos processos a que ele responde no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Moro é acusado de abuso de poder político e econômico e de ter feito caixa 2 na campanha de 2022, quando se elegeu senador. As ações foram movidas pelo PL, de Jair Bolsonaro, e pelo PT, de Luiz Inácio Lula da Silva.

Para o procurador regional eleitoral, Marcelo Godoy, os gastos da pré-campanha de Moro, que inicialmente queria se candidatar à Presidência da República pelo Podemos, representaram abuso diante dos demais candidatos, gerando desequilíbrio de forças.

Godoy já havia assinado, em dezembro de 2023, um parecer defendendo a tese de que Moro extrapolou os gastos da pré-campanha. Durante o julgamento, ele reforçou esse entendimento e pediu não só a cassação, mas a declaração de inelegibilidade do senador.

O posicionamento de Godoy, que é originalmente procurador da República, contrasta com a postura que o Ministério Público Federal no Paraná teve com o ex-juiz. Mensagens vazadas em 2019 mostraram que integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato combinavam com Moro passos da investigação.

As mensagens geraram ações pedindo a anulação dos processos. Na mais recente leva, grandes grupos empresariais, como J&F, Odebrecht, OAS e Camargo Corrêa, tem solicitado o fim dos acordos de leniência que assinaram, nos quais assumiram os casos de corrupção que participaram ao longo das últimas décadas, inclusive fornecendo provas.

De olho em enfrentar Lula em 2026, governador de Goiás espalha campanha que une segurança e negócios

Leia Mais

Fechem a torneira

19/07/2024 às 14:05

AGU pede ao STF suspensão do leilão da Sabesp por conflito de interesses e valor subestimado.

Leia Mais

Desempenho na segunda fase da venda das ações faz da privatização da estatal um sucesso

Leia Mais
Exclusivo

Um erro de 420 milhões

19/07/2024 às 06:00

Perda de prazo da PGFN dá à Dufry e ao advogado Sergio Bermudes precatório de quase meio bilhão.

Leia Mais

Defesa de Duque recorre ao ministro para evitar prisão por corrupção e lavagem na Petrobras.

Leia Mais

Por mim, libera

18/07/2024 às 19:50

Gonet diz que não é possível avaliar com calma a ação do PT contra a privatização da Sabesp.

Leia Mais

TSE muda de ideia e decide enviar observadores à eleição, o que evita um erro crasso do Brasil

Leia Mais

Expliquem-se

18/07/2024 às 09:07

Salomão pede que TJAL esclareça porque nomeou juízes já conhecidos na falência da Laginha.

Leia Mais

Alphabet foi condenada por concorrência desleal; Meta enfrenta ação bilionária por uso de dados.

Leia Mais

STF dá 24 horas para São Paulo justificar leilão da Sabesp; PT pediu liminar para suspender venda.

Leia Mais
Exclusivo

Gol da Alemanha

17/07/2024 às 19:09

Anac confirma que governo federal ressarcirá prejuízos da Fraport com o Aeroporto Salgado Filho.

Leia Mais

Juízes responsáveis pelo processo de falência da Usina Laginha decidiram que são aptos para o caso.

Leia Mais

Governo oculta dados de acordos da JBS e Marfrig com PGFN para renegociar dívidas com a União.

Leia Mais

Fraport fala que obras no aeroporto de Porto Alegre dependem de acordo com governo federal.


Leia Mais

Eduardo Braga quer alterar no Senado pontos da reforma tributária que foram acertados na Câmara

Leia Mais