Pedro Guimarães foi artífice da crise com a Febraban

Publicada em 31/08/2021 às 19:00
Foto: Bruno Santos/Folhapress

Auxiliares de Jair Bolsonaro, incluindo ministros, avaliam que o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, aproveitou o manifesto “A Praça É dos Três Poderes” para criar um factoide contra a Febraban e, assim, ganhar pontos com o presidente.

Segundo fontes do Palácio do Planalto, Guimarães sempre defendeu que a Caixa deixasse a Febraban. De acordo com ele, por ter maioria formada por bancos privados, a entidade pouco atende aos interesses da instituição pública. Ao menos era isso que o presidente da Caixa dizia ao Planalto.

Com a nota, Guimarães viu, afirma um auxiliar do presidente, a oportunidade para carregar ainda o Banco do Brasil em sua ação política contra a Febraban. O presidente do BB, Fausto Ribeiro, não tem força dentro do governo e foi atropelado por Guimarães.