PT mantém agenda nacional de Haddad

Publicada em 14/04/2021 às 16:36
Foto: Agência F8/Folhapress

O PT decidiu que Fernando Haddad vai continuar a participar de eventos, dar entrevistas e se reunir com políticos apesar de o ministro Edson Fachin ter anulado as condenações do ex-presidente Lula. O plenário do Supremo Tribunal Federal decide, nesta quarta-feira, 14, se mantém ou muda a decisão de Fachin.

Ainda há gente influente no partido com medo de Lula ser retirado da eleição do ano que vem, o que seria a repetição do cenário de 2018. Apesar desse sentimento, líderes petistas passaram a dizer que Haddad é o melhor nome para a disputa ao governo de São Paulo, mas a agenda nacional de compromissos dele está mantida.

O ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo tem participado de plenárias virtuais, entrevistas e encontros com líderes políticos para divulgar o programa petista e tentar uma aliança para 2022. Em 2018, Haddad teve 47 milhões de votos no segundo turno na disputa com Jair Bolsonaro.