Ministros do STF rejeitam ações contra a Copa América

Publicada em 10/06/2021 às 20:38
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal rejeitou as ações que pediram a proibição da realização da Copa América no Brasil. O único dos onze integrantes que ainda não votou é Kássio Nunes Marques.

Os ministros Edson Fachin e Ricardo Lewandowski votaram para obrigar o governo a apresentar um plano de redução de riscos porque a competição de futebol das seleções Sul-Americanas terá jogos no Rio, em Brasília, Cuiabá e Goiânia em plena crise sanitária.

Há alta ocupação de hospitais e leitos de UTIs nessas quatro cidades e o governo brasileiro se comprometeu com a Confederação Sul-Americana de Futebol que se responsabilizará pelo atendimento das delegações. Além disso, é preciso garantir condições especiais de segurança e infraestrutura para a competição.