Pacheco vai ouvir especialistas antes de decidir se CPI será presencial

Publicada em 14/04/2021 às 12:32
Foto: Thenews2/Folhapress

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, vai ouvir especialistas em saúde antes de decidir se a CPI da Pandemia será ou não presencial, como quer o governo. Trata-se de um expediente que permitirá a ele evadir-se da responsabilidade de definir o modo de funcionamento de uma comissão que pode implodir a relação dele com o Planalto.

Acossado por críticas duras no Supremo e na opinião pública, Pacheco não quer ser acusado de atuar para proteger Bolsonaro. Os líderes governistas, senadores Fernando Bezerra (Senado) e Eduardo Gomes (Congresso), trabalham para que, uma vez presencial, o trabalho da CPI seja suspenso por tempo indeterminado, a exemplo de outras comissões.