Kassab está certo de que Pacheco vai se filiar ao PSD

Publicada em 11/06/2021 às 15:19
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, está certo de que terá o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, em seu partido para disputar a Presidência da República.

Kassab já até contabiliza seus candidatos e filiados ao partido nos estados para afirmar que Pacheco terá uma campanha presidencial robusta.

Ele cita o Rio de Janeiro, em que o PSD terá o prefeito Eduardo Paes e o deputado Rodrigo Maia no palanque. Kassab contabiliza até o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, como candidato ao governo fluminense.

Em Minas Gerais, Kassab cita o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, bem-avaliado, que é pré-candidato ao governo mineiro. Em São Paulo, Kassab acredita que terá o ex-governador Geraldo Alckmin. No Paraná, o governador Ratinho Júnior, e, em Santa Catarina, Raimundo Colombo - ambos tentarão a reeleição.

Sempre que pode, Kassab faz questão de dizer a Pacheco que o DEM não lhe daria a legenda para disputar a Presidência da República no ano que vem. O atual partido de Pacheco está comprometido em viabilizar o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.