Fraga se queixa de Bolsonaro

Publicada em 05/04/2021 às 14:53
Foto: Filipe Cordon/Folhapress

Aliado de primeira hora do então candidato Jair Bolsonaro, o coronel da reserva da PM Alberto Fraga tem se queixado com amigos que se sente esquecido pelo presidente. Ex-deputado que liderou a bancada da bala na Câmara, ele chegou a ser cotado para assumir um ministério.

Na queda do ex-juiz Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Fraga quase virou ministro se fosse decidido o desmembramento da pasta. Na época, chegou a dar entrevista falando como ministro e ressaltou sua amizade com o presidente da República.

Mas não é novidade que Bolsonaro isola alguns aliados. Isso aconteceu com outros leais companheiros de campanha eleitoral, como o ex-senador Magno Malta, o ex-ministro Gustavo Bebianno e o general Santos Cruz. E agora parece ter chegado a vez de Fraga.

Se recuperando da Covid, o ex-deputado se lamentou com os amigos do distanciamento com o poder e se mostrou muito preocupado com seu futuro político no DF. Bolsonaro trouxe para o governo dois adversários locais de Fraga: o delegado da Polícia Federal Anderson Torres é ministro da Justiça e a deputada Flávia Arruda comanda a Secretaria de Governo no Palácio do Planalto.