Bolsonaro acredita que deputado quis agitar militância

Publicada em 18/02/2021 às 17:02
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Ao xingar e ameaçar ministros do Supremo, o deputado Daniel Silveira quis agitar a militância bolsonarista e chamar a atenção do presidente, de quem reclamava estar distante. É o que acredita o próprio presidente Jair Bolsonaro e alguns de seus principais aliados.

Segundo interlocutores do presidente, Bolsonaro recebe relatos, desde o começo do ano, de que o deputado ressentia-se por se sentir esquecido pela família presidencial. O parlamentar queria mais espaço no governo ou na Câmara.

Daniel Silveira sempre citava, ao se dizer deixado de lado, que foi ele quem levou ao presidente a gravação do deputado Delegado Waldir, também do PSL, então líder do partido, na qual Bolsonaro era chamado de “vagabundo”.