PTB volta a atacar governadores no Supremo

Publicada em 07/04/2021 às 12:43
Foto: Futura Press/Folhapress

O partido de Roberto Jefferson pediu ao STF liminar contra os decretos de governadores que impõem restrições em meio ao colapso hospitalar provocado pelo agravamento da pandemia.  

O Brasil bateu ontem mais um recorde de mortes provocadas pela Covid-19. Foram 4.211 óbitos e a média de março foi de 2.147 mortes diárias. Cientistas vêm insistindo que medidas de isolamento mais rigorosas são a única alternativa para um país que está atrasado na vacinação.

O ministro Marco Aurélio Mello já tinha rejeitado uma ação do PTB com o mesmo pedido. O partido, que integra a base do governo de Jair Bolsonaro, alega que os decretos não apresentam comprovação científica de medidas extremas como as que impedem a livre circulação de pessoas e atividades empresariais.

De acordo com os argumentos que o PTB levou ao Supremo, a Constituição prevê restrição ao direito de ir e vir apenas no caso de estado de sítio. É a repetição do discurso de Bolsonaro contra os governadores que seguem recomendações de cientistas.