Governo usava Gmail para tratar com intermediários da Covaxin

Diego Escosteguy
Publicada em 12/07/2021 às 20:13
Foto: Trecho de Gmail usado por assessores do coronel Elcio Franco

Funcionários da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde, então comandada pelo coronel Elcio Franco, usavam um endereço de Gmail para trocar mensagens com representantes da Precisa Medicamentos durante as negociações do contrato de compra da vacina Covaxin.

Um dos emails enviado por ordem do coronel Elcio partiu em 14 de dezembro, ainda no começo das tratativas. Remetia um memorando de entendimento entre as partes, incluindo o lobista Max.

Os funcionários do Ministério da Saúde e os representantes da Precisa também recorreram a links no Dropbox, um serviço de armazenamento de arquivos em nuvem.

Em negociações tradicionais do governo, as comunicações transcorrem por meio de e-mail funcional.