Crises e postura do governo derreteram imagem do Brasil

Arnaldo Galvão
Publicada em 30/06/2021 às 17:43
Foto: Washington Post

A pior crise sanitária da história, o descaso ambiental, as recorrentes dificuldades econômicas e a postura do governo do presidente Jair Bolsonaro provocaram o pior momento da imagem do Brasil na imprensa internacional.

Levantamento feito pela agência de comunicação Fatos & Dados verificou que, no primeiro semestre deste ano, 70% das citações do Brasil foram negativas nos veículos mais influentes do mundo.

O trabalho analisou mais de 700 notícias publicadas em sete veículos de alcance mundial, como os jornais americanos The New York Times e Washington Post, os ingleses Financial Times e The Guardian, o alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, o francês Le Monde e o chinês Xinhua.

Segundo o sócio da Fatos & Dados, Fernando Pesciotta, chama a atenção a falta de uma estratégia de governo para promover a imagem internacional do Brasil, essencial para atrair investimentos. “Nem mesmo o ministro da Economia Paulo Guedes conseguiu espaço na imprensa estrangeira”, disse.