A influência crescente do PSD na Agência de Mineração

Diego Escosteguy
Publicada em 30/04/2021 às 06:00
Foto: Folhapress

O PSD de Rodrigo Pacheco, Carlos Viana e Antonio Anastasia está cada vez mais influente na Agência Nacional de Mineração, a ANM. Os dois indicados às vagas abertas na diretoria da agência receberam o aval dos chefes do PSD, embora ainda precisem ser sabatinados no Senado.

Nessa semana, Pacheco emplacou Jânio Alves Leite como superintendente substituto de Produção Mineral da ANM. É o setor mais estratégico da agência. Por lá passam - rápido ou devagar - os pedidos de mineração.

Jânio, conterrâneo de Pacheco, frequentava Brasília e participava de reuniões no gabinete dele, ao lado de outros próceres de Minas. O novo superintendente e os indicados à ANM pertencem ao mesmo grupo - cujas relações estreitas com a Vale são notórias na agência e no setor.